As Três Bibliotecas Mais Legais de Porto Alegre

É incrível como a atmosfera de bibliotecas me entusiasma! Acho que são os livros, sei-lá... Só de pensar que eles estão ali, ao alcance, - veículos de informação, patrimônios do nosso (des)conhecimento acerca de quase tudo e, é claro, portadores de narrativas -, fico inspirado! Me dá vontade de ler tudo, me dá vontade de escrever bastante, me dá vontade de ficar sabendo de todas as coisas que já foram conhecidas pela humanidade... 
Enfim, tenho uma queda por bibliotecas ~
E foi pensando nesses espaços que me cativam tanto que escrevi este post. Elenco aqui três das bibliotecas de que mais gosto em Porto Alegre.


Biblioteca Central da PUCRS

Com quatro andares de um acervo imenso, a Biblioteca Central da PUCRS é, definitivamente, uma das melhores da cidade. O local conta com espaços de estudo enormes, poltronas confortabilíssimas pra todo lado, acesso a wi-fi (inclusive pra visitantes) e bons computadores pra livre uso.
O empréstimo, entretanto, bem como as salas de estudo, é reservado a estudantes da instituição. Alunos da PUCRS ainda podem levar livros consigo ao entrar na biblioteca, enquanto visitantes só podem levar cadernos e estojos. 
Salvo essa restrição de aporte de livros, a biblioteca é um lugar silencioso e bastante iluminado - ideal pra estudar. Os livros que você deixa no guarda-volumes ainda podem estar nas prateleiras, o que, de certa forma, torna a restrição quase nula. Sem falar nas grandes janelas que dão vista pro arborizado campus da universidade, elas tornam a visita à biblioteca extraordinariamente aprazível. 

Endereço:
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 16 - Partenon

Horários:
De segunda a sexta: das 7h35 às 22h50 Sábados: das 7h35 às 17h30

Website


Biblioteca do Goethe-Institut

A biblioteca do Goethe-Institut, uma instituição dedicada à divulgação da língua e da cultura alemã, é muito, muitíssimo bonita! 
E ela é especialmente recomendada àqueles que aprendem alemão. São muitas obras, dos mais variados gêneros, à disposição. Quadrinhos, revistas, clássicos, contemporâneos, dicionários... tudo, tudo em alemão!

Os valores de empréstimo variam: pra estudantes, a anuidade custa R$ 12,50, pra comunidade em geral, $40,00. Alunos da instituição são isentos.
Pra quem não aprende a língua, ainda vale a visita. A biblioteca conta com poltronas confortáveis e um ambiente muito bem iluminado, o que a torna ótima pra momentos de leitura.

Endereço:
Rua 24 de Outubro, 112, segundo andar

Horários:
Segundas, quintas e sextas (pela manhã): das 10h às 12h30
De segunda a sexta (à tarde):  das 14h30 às 19h
Sábados: das 10h às 13h15


Biblioteca do Centro Cultural Érico Veríssimo

Essa biblioteca me tem por uma razão diferente. 
Não é a sua estrutura aconchegante, com poltronas novinhas e ar-condicionado, que me atrai. Não é o fato de seu acervo ser riquíssimo que me chama a atenção. Não é nem mesmo o fato de estar localizada bem na Rua dos Andradas, um local perto de tudo. Nada disso...
O que eu gosto mais dessa biblioteca é o seu silêncio mais do que absoluto. Ela fica no sexto andar e parece estar acusticamente isolada por paredes de sei-lá-o-quê. Parece uma bolha de silêncio, bem no meio da cidade.

Atrás do painel com a foto do Érico, há uma grande mesa com muitas poltronas e lanternas pra ~focar~ na leitura.
Ah, e não se pode pegar livros emprestados... nunca. Não há bibliotecários ou sistema automático de empréstimo. Tudo o que você pode fazer é visitar o local e ler os livros de lá.
Talvez por isso a biblioteca seja tão pouco frequentada. Sem falar que poucas pessoas sabem da existência do Centro Cultural, e mesmo quem sabe da existência e localização do Centro a visita. 
É um espaço lindo, silencioso e bastante solitário.  

Endereço:
Rua dos Andradas, 1223, sexto andar

Horários:
De terça a sexta: das 10h às 19h
Sábados: das 11h às 18h


Compartilhe-me:

Sobre o Autor

Gosta de línguas, reflexões introspectivas, UTAU/Vocaloid, discussões sobre gênero e sexualidade, do céu e de fazer da vida alheia um bordado de renda (de chita filó).